Pós-Graduação em Geotecnia e Segurança de Barragens e Pilhas

Detalhes do curso

 Esta especialização é reconhecida pelo MEC e credenciada junto ao CREA.

Geotecnia e Segurança de Barragens e Pilhas está em evidência no atual momento e é clara a necessidade de desenvolvimento técnico/científico e de profissionais aptos para lidar com os desafios da engenharia geotécnica em sintonia com normas e legislações a cada dia mais exigentes no Brasil e no mundo.    

O escopo desta especialização foi desenvolvido a partir de estudos de mercado, mas tem a diretriz de se manter atualizado e em sintonia com os avanços nas áreas que se encontram em pleno aquecimento técnico e científico em matérias fundamentais como: 

  • Fundamentos de Engenharia Geotécnica
  • Mecânica dos Solos
  • Geologia de Engenharia e Mecânica das Rochas
  • Barragens e Pilhas – Projetos e Metodologias Construtivas
  • Hidrologia e Hidráulica Aplicadas a Barragens
  • Modelagem Numérica de Obras Geotécnicas - Estabilidade de Taludes
  • Monitoramento, Operação e Inspeção Geotécnica de Barragens e Pilhas
  • Aspectos Normativos de Segurança de Barragens e Pilhas
  • Descaracterização de Barragens
  • Governança e Compliance 

O objetivo é desenvolver e formar profissionais que dominem os métodos construtivos de barragens e pilhas além do amplo conhecimento dos métodos aplicados ao monitoramento e operação dessas estruturas.

Modelo pedagógico único Competência e autonomia aos alunos

Pensado em dar mais autonomia e liberdade ao aluno, o modelo do curso está organizado em 3 módulos independentes, cada um correspondendo a uma certificação profissional na modalidade curso de extensão:  

1 – Fundamento da Engenharia Geotécnica

2 – Critérios de Projetos e Estruturas de Contenção

3 – Monitoramento, Operação e Inspeção Geotécnica 

Caso o aluno não consiga completar o programa completo e tirar o diploma da pós-graduação, o Instituto Minere fornece o título de certificação profissional ao aluno com base no conteúdo e carga horária de cada um dos módulos que for aprovado.

A Qualificação

O aluno desenvolverá plenas condições de análises críticas no âmbito da Engenharia Geotécnica essencialmente nos aspectos de análise de projetos, métodos construtivos, procedimentos de operação, manutenção, inspeção e monitoramento, compreendendo os fundamentos da Geotecnia, da Mecânica dos Solos e Rochas, somado aos aspectos técnicos e legais de segurança de barragens e pilhas. Ainda, desenvolverá os aspectos relacionados a aplicação da Governança e Compliance aos projetos. 

Considerando a proibição do método construtivo de alteamento à montante para barragens de disposição de rejeitos, e em relação às últimas normativas tanto no âmbito federal quanto estaduais, faz-se necessário o desenvolvimento de soluções para Descaracterização de Estruturas. 

O escopo do curso visa atender aos requisitos das normativas da Agência Nacional de Mineração bem como do Ministério de Minas e Energia (MME) e da ANA (Agência Nacional de Águas).

Quem deve fazer?

Engenheiros, Geólogos, Geógrafos, experientes ou recém-formados, docentes e profissionais que atuam na área de consultoria, projetos, fiscalização e gerenciamento de obras que desejam ampliar seus conhecimentos e/ou adquirir competências para análise, desenvolvimento de projetos e dimensionamento de obras de solos, rochas e rejeitos de mineração. 

Parcelas a partir de R$750,00

Você pode financiar em até 24X ou aproveitar os descontos especiais para pagamentos à vista 

  • Valor máximo no pagamento a vista - R$ 16.200,00
  • Valor máximo no financiamento em 24x - R$ 18.000,00

Confira as condições especiais

  • Alunos e ex alunos do IM tem 10% de desconto
  • Inscrições em grupo e de empresas têm descontos especiais
  • Associados CREA e Mútua tem 5% de desconto

Quer realizar esta pós na sua empresa?

Se a sua empresa tem um grupo de 10 ou mais funcionários para se especializarem em geotecnia e segurança de barragens e pilhas, fale com a gente. Podemos realizar esta pós graduação exclusiva para sua equipe e até customizar o conteúdo.

Grade Curricular

Terzaghi – o precursor da geotecnia: princípios e fundamentos, pedogênese: origem, formação, identificação e classificação dos solos, ensaios de campo: sondagens geotécnicas (SPT – Standart Penetration Test e CPTU – Piezocone Penetration Test), dilatômetro, Vane Test, Pressiômetro de Ménard, obtenção de amostras deformadas e indeformadas, ensaios de laboratório: análises granulométricas, índices de resistência, limites de Attemberg, limite de liquidez, limite de plasticidade, índices físicos, , compactação dos solos (determinação da umidade ótima, espessura de camadas, tipos de equipamentos), índice de suporte de califórnia, análise de resultados de ensaios, condensação e tratamento de dados de ensaios, geofísica aplicada, mineralogiae argilominerais, permeabilidade dos solos, estudos de deformações e recalques, resistência ao cisalhamento, análises em condições drenadas e não drenadas.

Reconhecimento Geográfico, Fundamentos e Técnicas de topográficas, levantamento e mapeamento geológico-geotécnico, estudos de prospecção e pesquisa de recursos para aplicações geotécnica, sondagens geológicas (rotativas, percussivas e mista)identificação e cubagem de jazidas de solos e rochas, mineralogia e petrografia aplicadas à Engenharia Geotécnica.Ensaios de campo, ensaios de laboratório, análise e aplicação dos resultados dos ensaios.

Conceitos básicos de Geologia de Engenharia Aplicada, Fundamentos de Mecânica das Rochas, Intemperismo, Mecânica das Rochas Alteradas Propriedades de Rochas e Maciços Rochosos, Classificação e Propriedades-Índice das Rochas, Resistênciae Ruptura das Rochas, Tensões Iniciais em Rochas, Planos de Fraqueza em Rochas, Deformabilidade das Rochas, Aplicações da Geologia de Engenharia e Mecânica das Rochas.

Fundamentos da metodologia científica, a comunicação científica, métodos e técnicas de pesquisa, a comunicação entre orientados/orientadores, normas para elaboração de trabalhos acadêmicos, o pré-projeto de pesquisa, o projeto de Pesquisa, o experimento, a organização de texto científico (Normas ABNT); definição de objetivos e formulação de hipóteses.

Projetos de Barragens – Conceitual, Básico, As Built, As Is, Métodos Construtivos, estudo de viabilidade construtiva associada ao complexo, dimensionamento e determinação de instrumentação para monitoramento (Carta de Risco). Projetos de pilhas. Caracterização de materiais para estruturas de barragens de terra e enrocamento. Métodos executivos de construção. Caracterização e tratamento de fundações. Dimensionamento de filtros e sistemas de drenagem.

Conceitos de hidrologia, hidráulica (ênfase em condutos livres) e escoamento em meios porosos. Sistemas Hidráulicos de Barragens com foco em extravasores e drenagem superficial além de uma abordagem sobre drenagem interna. Balanço Hídrico abordando suas metodologias, cálculo da borda livre, diagnóstico hídrico e planejamento de etapas de alteamento. Ruptura Hipotética (Dam Break) sendo apresentado o histórico de rupturas e seus principais modos de falha, modelos de simulação, interpretação e utilização dos resultados. Legislação aplicada.

Análises Determinísticas de Estabilidade, Métodos de análise de Estabilidade de Taludes, Métodos de Equilíbrio Limite, Método das Fatias, Método de Fellenius, Bishop Simplificado, Janbu Simplificado, Mohr Coulomb, Spencer, Morgenstern & Price, Sarma, Teoria de Rankine, Método das Cunhas, Análise Determinística de Muro de Contenção, Softwares de Análise de Fatores de Segurança (Slide e GeoSlope), técnicas de estabilização e controle, Ciclo hidrológico, potencial hidráulico, fluxo subterrâneo,fluxo em meios porosos, hidrologia, estabilidade de taludes e encostas, Tipos de rupturas (circulares e planares).

Aspectos importantes a serem monitorados e inspecionados, inspeção visual, tipos de instrumentos (Poropressão: piezometria, de fluxo: medidores de vazão, indicadores de níveis de água, de deslocamentos: inclinômetros, estações robóticas, radares, marcos superficiais, de volume: medidores de níveis de reservatórios, sismicidade: geofones), operação de instrumentos e leituras, níveis de controle de instrumentação (“carta de risco”), análises de estabilidade vinculadas aos níveis de controle, tipos de inspeção, roteiro para inspeção visual: pilhas e barragens, identificação, classificação e tratamento de anomalias.

Tratamento de minério e geração de rejeitos de mineração, caracterização tecnológica de rejeitos, sistemas de separação (deslamagem, ciclonagem, e filtragem), análises laboratoriais de rejeitos, potencial de liquefação de rejeitos, alternativas para sistemas de disposição de rejeitos (barragens e empilhamentos drenados), planejamento e gestão de sistemas de disposição, disposição de rejeitos e estéreis, sistemas de impermeabilização para contenção de rejeitos contaminantes, descaracterização de barragens, impactos ambientais associados e critérios de recuperação de áreas degradadas pela mineração, fechamento de mina, uso futuro, metodologia de armazenamento de água, sistemas de geração de energia, barragens de uso múltiplo.

Concepção de projetos de descaracterização, instrumentos e monitoramento das estruturas na descaracterização, impactos ambientais associados e critérios de recuperação de áreas degradadas, fechamento de mina.

Lei 12.334/2010, Resoluções CNRH 143 e 144/2012, legislações da ANM, ANA e ANEEL,

Mecanismos de ruptura (Dam Break), roteiro de elaboração de um PSB – Plano de segurança de Barragens, roteiro de elaboração de um PAE – Plano de Ação deEmergências, grupo de ações coordenadas, níveis de controle e fluxogramas de ações, fichas de inspeção e controle de anomalias, panorama jurídico, Gerenciamento de Riscos de Barragens e Pilhas, Resoluções, Normas ABNT, Guias de Boas Práticas.

Desafios Éticos, Governança e Responsabilidade Corporativa, Pilares da Compliance; Construção e operação de sistemas de governança; Estrutura de Governança Corporativa jus aos desafios de gestão e segurança das estruturas.

Corpo Docente

  • Mestre pela UFMG no Programa de Pós Graduação em Engenharia de Minas, com foco em Geotecnia. Formado em Geologia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Especialista em Sistemas Mínero-Metalúrgico Pela Universidade Federal de Ouro Preto e Engenharia de Recursos Minerais pela UFMG. Atuou como coordenador de campo em trabalhos de Aero Geofísica no Brasil e no exterior. Atualmente é Geotécnico de Cavas na Vale onde possui mais de 10 anos de experiência em projetos no Brasil, África e Argentina, com geotecnia e coordenação de equipes. É consultor geotécnico e desde 2016 também atua como palestrante e professor em cursos de engenharia, geologia e pós-graduação.
  • Link para currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3573338290762646
  • * O Instituto Minere não é responsável por quaisquer divergências nas informações enviadas pelos professores.
  • É Pós-Doutor em Geotecnia pela UFV, Doutor em Geologia de Engenharia pela UFRJ, Doutorando em Geotecnia pela UERJ, Mestre em Geotecnia pela UERJ, Mestre em Geologia de Engenharia pela UFRJ, possui MBA em Gestão de Projetos pela USP e, Bacharel em Geologia pela UFRJ. Geólogo com 14 anos de experiência em planejamento de obras de arte de engenharia civil, nacionais e internacionais. É Docente de Graduação e Pós-graduação. É Pesquisador Colaborador da UFV e Consultor nas áreas de Geologia de Engenharia e Geotecnia, com ênfase em Mecânica das Rochas e Mecânica dos Solos. É Membro de Comissões Técnicas, de Corpo Editorial e Revisor Ad hoc de Periódicos nacionais e internacionais. 

      

  • Formado em engenharia civil pela FUMEC, pós-graduado em Estruturas de Concreto Armado e Fundações pela Universidade da Cidade de São Paulo (UNICID), mestrando em Geotecnia pela UFOP na área de “Geotecnia de Contenções e Estruturas de Fundações”. Atualmente trabalha como engenheiro geotécnico da BVP Engenharia e professor do IEC-PUC Minas no curso Master Engenharia em Geotecnia, ministrando as disciplinas “Estabilidades de Taludes e Encostas” e “Métodos Numéricos”. Já projetou mais de 600 obras de contenções ao longo de 18 anos. Tem experiência com projetos de estabilização de taludes e encostas, laudos geotécnicos, monitoramento de taludes e modelagem numérica de obras geotécnicas por equilíbrio-limite e análises de tensão-deformação por elementos finitos.
Graduado em Engenharia de Minas pela UFOP;
Pós-graduado em Engenharia de Segurança do Trabalho pela FACAM;
Pós-graduado em Master em Engenharia em Geotecnia pela PUC/MG;
Mestrando em Geotecnia pela UFOP com foco em atividades mineiras;
Especialista em Recursos Minerais;
Professor da Pós Graduação em Direito Minerário e Ambiental PUC/MG;
Professor da Pós Graduação em Geotecnia e Segurança de Barragens e Pilhas do Instituto Minere/Faculdade Arnaldo;
Professor nos cursos EAD do Instituto Minere: Licenciamento Ambiental na Mineração, Plano de Aproveitamento Econômico, Licenciamento na ANM, Desmonte de Rochas e Operações Mineiras e Relatórios e Projetos Técnicos na ANM;
Consultor Técnico da Herkenhoff & Prates Tecnologia e Desenvolvimento;
Vasta experiência em atividades minerárias e de segurança de barragens;
Instrutor em Gestão de Riscos;
Atuou como Responsável Técnico em diversas empresas do setor minerário.

 

  • Engenheira Civil, Mestre e Doutora, formada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atualmente é consultora e coordenadora do Laboratório Central da Diefra-BH, professora da Faculdade UNA em BH na qual ministra a disciplinas de Mecânica dos Solos e Fundações e Obras de Terra, e  professora do curso de Pós-graduação do Instituto Minere, onde ministra a disciplina de Mecânica dos Solos e Rocha. Possui ampla experiência em: mecânica dos solos (saturados e não-saturados), estabilidade de taludes e obras de terra e inspeções de barragens de rejeito.
  • Disciplina: Inspeção e Monitoramento por Instrumentação – 30h/a
  • Engenheiro de Minas (UFMG) mestre em Engenharia Civil e Gerenciamento pela universidade de Glasgow na Escócia, com especialização em Geotecnia e Gerenciamento de Projetos. Possui experiência em desenvolvimento de projetos de barragens de rejeitos, pilhas de estéril e de taludes. Desenvolveu avaliações de situação de estruturas geotécnicas, avaliação de piping e liquefação. Implementação de sistemas de instrumentação e monitoramento e aplicação de metodologias alternativas para avaliação de estruturas críticas. 
  • * O Instituto Minere não é responsável por quaisquer divergências nas informações enviadas pelos professores.
  • Disciplina: Investigação e Prospecção Geotécnica - 40h/Aula
  • Engenheiro civil geotécnico, graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestre em Engenharia Geotécnica na Universidade de São Paulo, graduado em Administração de Empresa pelo Unicentro Newton Paiva, especialista em finanças pela Fundação Dom Cabral, Especialista em Estruturas na UFMG. Possui experiência como coordenador de obras, gestor de contratos de obras e projetos de engenharia no setor público, projetista de fundações, execução de obras prediais, operação de empresa de fomento mercantil e atacadista de utensílios domésticos. Sólido conhecimento em liderar equipes, solução de conflitos, negociação com clientes, informática, programação de softwares gerenciais e de engenharia. Tem interesse em ampliar sua experiência profissional, especialmente na área de engenharia e gestão. Já residiu nos Estados Unidos. Possui inglês fluente.
  • Link para currículo Lattes - http://lattes.cnpq.br/3221719594947470
  • * O Instituto Minere não é responsável por quaisquer divergências nas informações enviadas pelos professores.
  • Disciplina: Governança e Compliance – 20h/a - EAD
  • Engenheira Eletricista, pela PUC MG, Especialista em Engenharia Econômica pela FDC e MBA executivo em Gestão Empresarial pela FGV. Conselheira de Administração, certificada pelo IBGC desde 2010. Fundadora do canal do You Tube Governança Já. Pesquisadora dos temas Governança, Compliance e Risco e Governança Corporativa e Gestão de Ativos pela Fundação Gorceix em Ouro Preto. Professora da Fundação Dom Cabral, Professora do IBMEC -MG, FUMEC. Professora convidada do Programa Risk University da KPMG desde 2015, Instituto Brasileiro de Governança Corporativa desde 2013. Atua também como consultora e com treinamentos corporativos.
  • Link para currículo Lattes - http://lattes.cnpq.br/7973271674395303
  • * O Instituto Minere não é responsável por quaisquer divergências nas informações enviadas pelos professores.

Com a palavra, nossos clientes

"Antes de me matricular no Instituto Minere, estava com dúvidas sem saber em qual faculdade iria cursar a Pós em Geotecnia, foi um drama pra mim, fiquei muito insegura na época, afinal de contas, é o seu futuro profissional que está em jogo, é um investimento pra toda vida. O corpo docente é incrível, os professores são extremamente qualificados e atenciosos. Hoje, posso dizer que fiz, com toda certeza, a escolha certa! Só tenho a agradecer!"

Bárbara Alves

"O Instituto Minere é uma escola focada em excelência, inovação e qualidade dos conteúdo. Fui muito feliz na escolha na pós graduação em Geotecnia de Barragens e Pilhas. Professores que são profissionais de mercado, metodologia de ensino moderna e avaliações focadas nas atividades práticas. Recomendo a todos os colegas que tenham a intenção de ampliar o horizonte profissional com foco no uso prático de ferramentas."

Mariela Catarino

Estou trabalhando uma mega obra de alteação de barragem no Pará. Estou muito feliz e a pós do Instituto Minere me ajudou a conseguir essa vaga. Meu desafio na geotecnia começou de forma grandiosa.

Daniele Freitas

© Instituto Minere

by nerit