Qual é a diferença entre recurso mineral e reserva mineral?

por Marcela Tainã em 19/Jul/2019
Qual é a diferença entre recurso mineral e reserva mineral?

Os Recursos e Reservas Minerais são os principais ativos de uma empresa de mineração e a maneira como é feita a gestão destes ativos (desde a exploração até a fase de produção) tem influência direta nas decisões de investimento e, portanto, nos resultados dos negócios da empresa.

A vida útil de muitos ativos na indústria da mineração é fixada pela expectativa de vida da mina (sua reserva mineral) e não pela vida econômica do ativo.

Mas o que é um Recurso Mineral?

Recurso Mineral (2014 CIM Definition Standards)

Recurso Mineral é uma concentração ou ocorrência de material sólido de interesse econômico dentro ou na superfície da crosta terrestre onde forma, teor ou qualidade e quantidade apresentam perspectivas razoáveis de extração econômica.

A localização, quantidade, teor, características geológicas e continuidade de um Recurso Mineral é conhecido, estimado ou interpretado a partir de evidências e conhecimentos geológicos específicos.

Pela ordem de confiança geológica crescente, os Recursos Minerais são subdivididos em: Inferidos, Indicados e Medidos.

A processo de conversão Recursos Minerais em Reservas Minerais envolve a avaliação técnico-econômica da viabilidade do projeto.

As informações e dados que condicionam a viabilidade do projeto são chamados de fatores modificadores da Reserva.

Os fatores modificadores são resultado de diferentes tipos de estudos técnicos, em função do nível de precisão: Conceitual, Pré-viabilidade e Viabilidade.

A conversão dos Recursos a Reserva envolve um esforço importante na identificação e diminuição do grau de incerteza das informações utilizadas na estimativa dos fatores modificadores.

E Reserva de Minério, o que é?

Reserva Mineral corresponde àquela parte do depósito mineral que pode ser tecnicamente, economicamente e legalmente extraída, no momento da determinação da Reserva e é classificada, em ordem crescente de confiança, em Prováveis e Provadas.

O termo 'Reserva Mineral' não precisa necessariamente significar que as instalações de extração estão instaladas ou operacionais ou que todas as aprovações governamentais foram recebidas, porém significa que existem expectativas razoáveis de que elas sejam obtidas.

As estimativas de Reservas Minerais devem possuir um alinhamento adequado entre a qualidade das informações utilizadas, os estudos técnicos realizados e o reporte do QP.

Os riscos associados com cada um dos fatores modificadores devem ser reportados de maneira transparente e completa para que o investidor possa se formar uma correta imagem do ativo mineral.

 

Marcela Tainã

Chartered Profession of Geology, membro do Australian Institute of Geoscientists AIG. Bacharel em Geologia (USP), é especialista em Amostragem, QA/QC e Avaliação de Recursos. Participou como CP/ QP e implementação de programas de QA/QC (Quality Assurance and Quality Control) em projetos de grandes players nacionais. Vasta experiência também em modelamento geológico e Geometalurgia.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Instituto Minere

by nerit