Como pensar a construção do programa de QAQC para dados na Geotecnia

por Marcela Tainã em 15/Oct/2021
Como pensar a construção do programa de QAQC para dados na Geotecnia

Quando falamos sobre ferramentas de qualidade, QAQC ( Quality Assurance and Quality Control) em particular, é normal as pessoas relacionarem, de forma equivocada, a simples inserção de ferramentas de controle de laboratório (brancos, padrões e duplicatas). Na verdade, QAQC é uma metodologia e pode ser aplicada em qualquer processo. Para isso os processos devem ser mapeados.

A forma mais simples de construir o programa é respondendo as questões:

  • O que é importante no processo?
  • Como fazer o processo?
  • Como controlar?
  • E em caso de desvios como corrigir?

Para aplicação de QAQC na geotécnica isso não é diferente. Para cada processo irá ser definido um QA e para que o QA seja cumprido iremos ter QC.

Para exemplificar podemos pensar nas questões a serem respondidas para a construção de barragens de aterro:

  1. Quais estudo são prévios a definição do projeto? E qual o nível de precisão necessária nesses estudos? Qual a escala desses estudos?
  • Estudos sobre condições climáticas;
  • Estudos hidrológicos;
  • Estudos geológicos
  • Estudos topográficos
  1. Quais os estudos devem ser mantidos durante a construção e controle? Qual o nível de precisão necessária nesses estudos? Qual a escala desses estudos?
  2. Como definir o material que será usado?
  • Quais estudos são feitos para a escolha do material?
  • Quais os custos envolvidos? Lembrando que: Todos tem custo!
  • No caso de materiais de empréstimo como o planejamento de lavra está envolvido?
  • Qual o risco em usar um ou outro?
  1. Como definir a inclinação e a largura do talude??

Nos itens de 1 a 4 supracitados estamos na QA relacionado ao planejamento. Agora vamos partir para uma nova fase no QA, a execução. Precisamos agora implantar o plano elaborado e acompanhamento de seu progresso. Para acompanhar o processo precisamos definir as ferramentas de controle que nos darão dados para verificar, com isso faremos análise dos resultados obtidos com a execução do plano e, se necessário, reavaliação do plano.

Todas as etapas e ensaios envolvidos no processo macro devem ter procedimentos com objetivos vem específicos e esses devem ter ferramentas para identificação de desvios. Outra questão fundamental é que esteja claro no QA o que fazer caso desvios sejam identificados.

Após a etapa de construção seguimos a etapa de monitoramento que terá seu QA e QC próprios.

* No mês de novembro nos teremos um treinamento online com os professores Marcela Tainã e Márcio Leão sobre o programa de Controle e Garantia de Qualidade e QAQC para Dados Geotecnicos. Clique no banner a baixo e confira a programação completa. 

 

Marcela Tainã

Membro do Australian Institute of Geoscientists AIG. Bacharel em Geologia (USP), é especialista em Amostragem, QA/QC e Avaliação de Recursos. Participou como CP/ QP e implementação de programas de QA/QC (Quality Assurance and Quality Control) em projetos de grandes players nacionais. Vasta experiência também em modelamento geológico e Geometalurgia.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Instituto Minere

by nerit