A vida moderna depende 100% da Mineração e a futura?

por Marcela Tainã em 03/Oct/2019
A vida moderna depende 100% da Mineração e a futura?

Antes de discutirmos a importância dos bens minerais, vamos entender o que são e quais são suas divisões.

Os recursos minerais podem ser divididos em energéticos fósseis, metálicos e não metálicos.

Os recursos energéticos fósseis são minérios que contém em sua composição elementos de origem orgânica. Exemplos: petróleo, gás natural e carvão.

Os recursos minerais metálicos são aqueles no qual se obtêm um metal, tais como: ferro, cobre, titânio, chumbo, alumínio entre outros.

Já os recursos minerais não-metálicos não se extrai qualquer substância metálica. São exemplos de minerais não metálicos os: materiais de construção (areias e cascalho), joalharia (diamantes, rubis, esmeraldas), fertilizantes (fosfatos, nitratos,…), evaporitos (sal).

A quantidade de metais e minerais que utilizamos em nossa vida cotidiana é impressionante. Olhe a sua volta para observar os objetos pelos quais você está cercado e perceba quais são realmente 100% fabricados por matéria prima vegetal ou animal. E mesmo assim, cabe lembrar que a agricultura e a pecuária dependem também da mineração, para produção de, por exemplo, fertilizantes. Do cimento que sustenta sua casa até a tela do equipamento que está usando para ler esse texto, há bens minerais. Nosso mundo e nosso modo de vida dependem dos produtos da mineração.

Mas o que o futuro reserva para nós?

Notícias como que a era da combustão na Europa – em que o carvão, o petróleo e o gás natural foram os motores de sua próspera economia – irá acabar em 2050, podem trazer questionamentos quanto a continuada utilização de bens minerais não renováveis. Bruxelas defende, entre outros pontos, que 80% da eletricidade provenha de energias renováveis em 2050, e que sejam usadas ferramentas tributárias para combater as tecnologias mais sujas.

Porém energia sustentável, energia renovável, veículos elétricos, engenharia avançada e viagens espaciais comerciais dependerão de uma fonte aumentada de materiais dos quais já dependemos. A indústria de mineração apoia nossa vida cotidiana, mas também fornece as bases das realizações da engenharia nas próximas décadas.

Marcela Tainã

Membro do Australian Institute of Geoscientists AIG. Bacharel em Geologia (USP), é especialista em Amostragem, QA/QC e Avaliação de Recursos. Participou como CP/ QP e implementação de programas de QA/QC (Quality Assurance and Quality Control) em projetos de grandes players nacionais. Vasta experiência também em modelamento geológico e Geometalurgia.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Instituto Minere

by nerit