A Amostragem e o Protocolo de Preparação Física

por Marcela Tainã em 18/Feb/2020
A Amostragem e o Protocolo de Preparação Física

As palavras amostragem e amostras são usadas diversas vezes em diversas disciplinas, durante os trabalhos e as pesquisas. Na geologia e na mineração, na maioria das vezes, estamos nos referindo a amostras de minerais, rochas e/ou produtos produzidos a partir desses.

  • Definição de amostragem: é substantivo feminino que defini a ação, processo ou técnica de escolha de amostra(s) adequada(s) para análise de um todo.
  • Estatisticamente falando: ato, processo ou técnica de escolha e seleção de membros de uma população ou de um universo estatístico que possam constituir uma amostra.
  • Do ponto de vista da Teoria da Amostragem: O processo de amostragem consiste na retirada de quantidades moduladas de material (incrementos) de um todo que se deseja amostrar, para a composição da amostra primária ou global, de tal forma que esta seja representativa do todo amostrado. Deve ser Eqüiprobabilística.

Qualquer das definições representam variações do mesmo tema e todas apontam o mesmo objetivo: A amostra.

E o que é a amostra? É uma parte do todo que visa o representar. Para que a amostra represente o todo ela deve ser capaz reproduzir suas variabilidades intrínsecas, para isso o processo de toma da amostra deve ser desenhado de forma a minimizar os erros e preservar as características intrínsecas do material.

Para a maioria das medidas geológicas (solo, sedimento, testemunhos, ....) a amostra propriamente dita nasce no laboratório de preparação física. Assim, é fundamental definir cuidadosamente o protocolo de preparação.

No protocolo devem estar descritas todas as ações que devem ser tomadas para garantir que a amostra represente a população. As principais ações são:

  • Pesagens;
  • Secagem;
  • Etapas de cominuição;
  • Etapas de homogeneização;
  • Etapas de redução de massa (muito importante definir em frações do todo essa etapa).

 A maioria das decisões tomadas em um empreendimento mineiro envolve milhões e são baseadas nas estimativas oriundas dos resultados dessas amostras. Diante disso:

Preocupe-se ANTES de amostrar!

Quando a amostra é feita já é tarde!

Inspiração antes da Transpiração. Ou seja, defina cuidadosamente todos os protocolos de amostragem.


Marcela Tainã

Membro do Australian Institute of Geoscientists AIG. Bacharel em Geologia (USP), é especialista em Amostragem, QA/QC e Avaliação de Recursos. Participou como CP/ QP e implementação de programas de QA/QC (Quality Assurance and Quality Control) em projetos de grandes players nacionais. Vasta experiência também em modelamento geológico e Geometalurgia.

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

© Instituto Minere

by nerit